Como apresentar relatórios de resultados?

Como apresentar relatórios de resultados?

Entre um post e outro, é comum que um analista de marketing digital dedique menos tempo para analisar os resultados do que foi produzido. Porém, esse tipo de tarefa por mais trabalhosa que seja quando não feita da maneira adequada pode fazer com que os resultados desejados não sejam alcançados.

Saber ler dados e definir ações efetivas a partir deles é o que define um excelente profissional de marketing digital. Para isso, os relatórios passam a ser fundamentais, tanto na concepção quanto na apresentação. Neste artigo feito em conjunto com a equipe do Reportei, iremos dar algumas dicas de como se destacar na hora de apresentar os resultados, confira:

Dados que importam ao cliente

Como agência, já vivenciamos momentos em que ampliamos a venda de um cliente em 50% em poucos meses e mesmo assim fomos dispensados. Nossa meta era de 20% e o foco era uma das unidades da rede deste cliente.

Para nós, isso iria ser valorizado pelo cliente mas não contávamos com um ponto: ele não lia os relatórios que enviávamos por e-mail e não monitorava as vendas dessa unidade. Quando solicitou o cancelamento do contrato e fomos contra argumentar ele ficou surpreso, mas já era tarde.

Sabe aquele clichê que as pessoas costumam dizer: “Não basta ser honesto, é preciso parecer honesto”. Ele pode ser facilmente adaptando para nossa realidade no marketing digital: “Não basta produzir resultados, é preciso saber mostrar os resultados”.

 

Relatórios claros com foco nas métricas

Uma coisa que percebemos no mercado de marketing digital é que o relatório é algo que o cliente muitas vezes não valoriza ou não entende muito bem. Entretanto, se o relatório não existir, o cliente vai sentir falta dele e irá te cobrar. Listamos 5 pontos que podem otimizar sua relação com o cliente e a apresentação de relatórios:

  • Traga a informação que mais chama a atenção do cliente para o primeiro slide ou primeira tela;
  • Se o cliente gosta de números, mostre os números que vão interessar a ele (quase sempre, números relacionados a negócios: contatos gerados, acessos convertidos, custo por lead e etc);
  • Se ele gosta de visual/sensações, mostre aquele post impactante ou aquela produção visual que gerou resultado. É fundamental se conectar com o cliente neste momento e é importante não padronizar a apresentação do relatório (você pode ter templates como base, mas o foco em determinados dados varia de cliente para cliente);
  • Reduza os relatórios a poucas telas/slides. Não use slides que não vão gerar discussão ou não vão auxiliar na evolução do projeto. É melhor ter poucos e bons dados do que muitos e inúteis;
  • Use destaques ou exemplos para pontuar argumentos. Não se atenha somente a números, transforme sentimentos e ideias em momentos tangíveis. Por exemplo: mostre o post de alguém reclamando, além do número de comentários negativos recebidos. Isso causa mais impacto e fica na memória do cliente.

 

Relatório é relacionamento

Mais do que uma mera exposição de dados, o relatório é um momento de conexão com o cliente. É a hora ideal também para sentir a satisfação do cliente com o serviço recebido até o momento.

Alguns clientes tendem a falar mais sobre o que pensam e outros são mais reservados, preferem apenas escutar, entretanto, aproveite a oportunidade para também deixar o cliente fazer o “relatório” dele sobre você e o seu trabalho.

O relatório é o momento de mostrar que cliente e agência/freelancer estão caminhando juntos rumo ao mesmo objetivo. Aproveite essa deixa para mostrar sua visão para o projeto e manter o cliente engajado e satisfeito.

Essas foram algumas dicas selecionadas pela equipe do Reportei para te ajudar na hora de apresentar os resultados aos seus clientes.

Fonte: Publicitários Criativos

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *